Hogwarts 3.0

  • INFO
  • NEWS
  • STAFF
  • CRÉDITOS
Seja bem vindo a Hogwarts Anime, um RPG baseado em Harry Potter que se passa mais de 100 anos depois da morte de Voldemort. Os photoplayers usados são apenas de anime, hq e de jogos, os avatares têm o tamanho de 200x400 e as assinaturas tem limite máximo de 500x300.

Agosto de 2123.
Dezessete anos após a guerra contra a Inquisição Moderna. Ex-alunos e docentes de Hogwarts estão se preparando para uma reunião dentro do castelo, enquanto os novos alunos da escola fazem seus preparativos para irem a Hogwarts.
24/11▼
23/11▼Fim da Trama "Guerra da Inquisição" ▼
HOGWARTS ANIME é um fórum baseado na obra de J.K. Rowling, mesclando outras mitologias modificadas pela Administração do RPG. Todo o conteúdo do fórum é propriedade de seus Administradores, Moderadores e seus respectivos usuários. É um fórum de temática potteriana, e nasceu com o objetivo de trazer diversão aos seus usuários, visando sempre o respeito entre os membros. A skin foi totalmente produzida por Eduardo Brito (DZ) e Fernando Wecker (Lee), com auxílio do widget por Kismet (RPG-Directory.com), com design de Lorena Schveper (Juls), com imagens de ZeroChan, Pottermore e DeviantArt e pertencem aos seus autores. Entretanto, se proibe cópia de imagens e códigos sem a autorização prévia de seus criadores. FÓRUM PROTEGIDO PELA LICENÇA CREATIVE COMMONS 3.0! Licença Creative Commons.

La Cozinha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

La Cozinha

Mensagem por Wallis Dubet em Ter Jul 09, 2013 7:10 pm

Image:
Apenas um degrau mais alto que a sala, a cozinha apesar de pequena ainda era bonita, muito bem decorada, mármore acima da bancada, algumas cadeiras livres e altas para se se alcançar a bancada, ali que fazia suas refeições geralmente. Atrás se veria um tipo de forno antigo de pedras, mas dava espaço para forno elétrico e seus utensílios organizados em sequencia e ordem de tamanho. Em cada lado se veria armários de madeira em cima e em baixo, e a direita uma porta para a dispensa que estava sempre cheia, poderia estar meio bagunçado, com pedacinhos de cebola e um avental jogado, uma tábua de carne e um martelo amaciador meio sujo de molho, Wallis não se importava de passar horas fazendo um bom prato, quem o visitasse o veria mais na cozinha do que em outro lugar, talvez. A esquerda ficavam duas portas, uma indo direto ao Jardim, branca e com uma janelinha se vendo o jardim atrás da casa, verde e com algumas flores, e outra ao Banheiro Geral, sendo esta lisa de madeira branca.
avatar
Wallis Dubet
Drinaels
Drinaels

Mensagens : 42
Galeões : 8405

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sex Ago 09, 2013 1:54 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
Ela mal podia acreditar. A cozinha era um depósito infinito de possibilidades, suprimentos e até armas! Poderia montar bombas com pelo menos metade do cômodo. Ficou algum tempo confabulando sobre as coisas que poderia fazer, e só depois é que conseguiu voltar à realidade. Arrastou o corpo que trazia consigo pelos pés, deixando um rastro ralo de sangue por onde o arrastava, sem se importar nem um pouco. O lugar era perfeito para o que faria. Apoio o corpo do drinael que um dia havia sido o dono daquela casa em seus ombros, e então, usando de seu esforço, o colocou nos ombros. Depois, jogou-o no balcão central da cozinha, derrubando o que estivesse lá, inclusive um generoso faqueiro. O som do metal caindo no chão foi música para Lydell, que pegou todas as facas e colocou-as no cinto, como um prêmio, repondo as que havia perdido em batalha. Eram boas lâminas, bem afiadas, colocadas em velhos suportes, mas era uma sensação ótima. Escolheu a maior e mais afiada delas e colocou em cima do balcão, do lado do corpo. Fuçou em todos os armários da cozinha, coletando potes, plástico, panelas, facas, garrafas e panos em toda parte, estocando tudo dentro de sua mochila. Abriu a geladeira e tomou algumas garrafinhas de suco, comeu algumas frutas, matando a fome, e colocou o resto que conseguia dos mantimentos dentro da mochila, assim como os alimentos dos armários também. Encontrou detergente e sabão na pia, pegando-os, assim como também pegou uma garrafa de óleo de cozinha, fósforos e um acendedor automático. Achou um balde e uma bacia, que viriam a ser bem úteis. Colocou o balde do lado do balcão, numa lateral, e a bacia colocou em cima, ao lado do corpo e da faca. Achou um avental num suporte, assim como luvas para limpeza (e produtos de limpeza, incluindo duas garrafas de álcool)! Vestiu o avental, as luvas, e colocou uma toalha enrolada nos cabelos, improvisando uma touca. Já tinha pilhado tudo o que podia daquela cozinha, menos o mais importante: o corpo. E pensando nisso, Lydell sinistramente sorria.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sex Ago 09, 2013 2:12 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
A caçadora empunhou a faca e subiu no balcão, de certa forma montando em cima do corpo morto, na altura de sua cintura. Já não sorria mais, era um fato raro demais para ser prolongado. Agora, ela encarava o morto com frieza. Já não estava mais quente como um ser vivo, mas ainda não estava gelado. O sangue já tinha parado de escorrer do corte no pescoço. Ótimo. Estava no ponto certo para fazer o mínimo de sujeira possível. Não que ela fosse limpar depois, mas é que tinha acabado de tomar um banho. Enfim, levantou a faca e, com força, estocou o centro do tórax do elfo, rasgando-lhe a roupa e a carne como se fosse uma açougueira experiente. Atravessou a caixa torácica, tamanha foi sua força. Virou o cabo da faca, e então, foi socando o tórax do corpo, estourando os ossos que protegiam os órgãos. Com a lâmina, foi abrindo a pele e músculos do Drinael, devagar e com cuidado. A pele já estava começando a ficar dura. Ignorou o fato, e foi atrás do que lhe importava: os órgãos. Com perícia militar, cortou as veias ao redor do coração, arrancando-o dali e o colocando na bacia ao lado do corpo. Depois, arrancou também o fígado, em perfeito estado. Pegou um dos pulmões, assim como um dos rins. Com o cabo da faca, bateu com força na base de três ossos da costela, quebrando-os. Pegou os três, completamente ensopados de sangue, e os colocou na bacia. Por fim, enfiou a lâmina o mais fundo que pode no centro do corpo, até sentir que havia chego na coluna. Rasgou dali os músculos com a faca, com brutalidade, até que conseguisse enxergar os ossos. Quebrou-os com estocadas da lâmina, coletando então 5 ossos da medula do Drinael, e depositou-os também na bacia. Escolheu o maior órgão, as vísceras, e puxou-os para fora do corpo. Cortou um pedaço das vísceras com a faca, e torceu o tecido no balde, derramando o máximo que conseguiu de sangue do órgão ali. Por fim, enrolou as vísceras da maneira mais organizada que conseguiu, e colocou-as na bacia. Suspirou fundo, evitando limpar o suor da testa com as luvas ensanguentadas. Sangue havia espirrado pelo avental e um pouco em seu rosto, mas como era um corpo sem vida, não fora muito. Certo, se sentia quase satisfeita... Ainda faltavam alguns detalhes importantes.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sex Ago 09, 2013 2:46 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
A caçadora desceu de cima do corpo aberto, tentando evitar o contato do sangue, para não precisar se limpar ainda mais depois. Tinha que se concentrar apenas em seu serviço, o que não era muito difícil para ela, visto que era a parte divertida do trabalho. Ainda com a enorme faca na mão, a mulher andou até onde estava a cabeça do Drinael morto, o ex-dono daquela cozinha. Quem imaginaria, não é? Mas uma missão dada, para ela, era missão cumprida. Ergueu a faca e, com o máximo de força que conseguiu, golpeou o pescoço, já cortado e ensanguentado. Boa parte da carne cedeu, como se estivesse cortando pão, mas o osso de ligamento resistiu. Pelo menos até o segundo golpe, quando se partiu, fazendo um barulho estalado ecoar pela cozinha. A cabeça então separou-se do corpo de sua vítima, e Lydell suspirou, como um trunfo. Arrancou dali alguns cabelos, e colocou-os de lado, no balcão. Um tufo deles, branco-prateados. Como era de se imaginar, uma boa caçadora não desperdiça nenhum item sequer. Limpou os resíduos de sangue e carne da lâmina da faca na roupa do morto, e prosseguiu seu trabalho meticuloso. Com a faca, cortou a carne já não tão macia da testa da cabeça decapitada, e foi levantando-a, descolando a pele e os músculos do osso. Apoiava a base da cabeça no balcão, e o sangue que escorria dali pingava no balde no chão. Ia puxando e descolando a carne do crânio, com cuidado, com atenção, como se estivesse tirando a casca de uma maçã, bem vermelha. Realmente vermelha. Um vermelho que ia escorrendo, inclusive, pingando num balde. Tirou toda a parte do couro cabeludo do crânio, jogando-o ao lado do corpo. Deixou a faca de lado e, com as luvas de limpeza, com cuidado, foi descolando agora a pele e os músculos da lateral do rosto do Drinael. As bochechas, o nariz, as cartilagens, a boca... As pálpebras. Quando as tirou, os glóbulos oculares do elfo ficaram um tanto quanto soltos no buraco do crânio, mas ainda estavam grudados aos nervos que tinham ligação direta com o cérebro. Lydell jogou a pele que havia retirado junto com o resto do couro cabeludo. Com extremo cuidado, ela envolveu os glóbulos oculares com os dedos da luva, e então, pressionou os nervos de trás com força, até que os glóbulos se soltassem. Colocou-os um copo limpo que havia em cima do balcão, e prosseguiu o serviço. Apoiando a parte debaixo do crânio com a mão, Lydell pegou uma tigela, e então, foi retirando o cérebro do elfo de dentro do crânio, com ajuda da faca, por baixo dos ossos. O cheiro era forte, mas ainda não era cheiro de putrefação. Apenas cheiro de sangue, o que Lydell achava agradável, até.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sex Ago 09, 2013 3:00 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
Seja lá por qual motivo, Lydell guardou a tigela de miolos na geladeira. Foi então até a pia e lavou o sangue e restos de carne do crânio, deixando-o praticamente limpo. Raspou o interior com uma faca, lavou de novo, e o colocou para secar no escorredor de louça, admirando um pouco a cena, antes de continuar com a limpeza. A verdade é que colocaria fogo naquela casa assim que terminasse aquele serviço, mas achou que o lugar poderia lhe ter serventia por algum tempo. Não muito. Odiava ter uma casa. Simplesmente odiava a ideia. Mas não podia negar que era um lugar muito útil. E, se bem se lembrava, logo conseguiria uma boa missão como aquela. A casa seria excelente para sua recuperação. Se adiantou e pegou a bacia de órgãos. Ligou a água e foi lavando-os, escorrendo sangue pela pia. Tirou apenas o excesso dos tecidos, e organizou-os em potes de plástico lacrados. Tirou o máximo de ar que conseguiu de dentro deles e então, foi empilhando-os também na geladeira, como havia feito com a tigela de miolos. Suspirou fundo, olhando para a sujeira que havia restado em cima do balcão. A primeira coisa que fez foi ligar o forno, em fogo máximo. Em seguida, jogou lá a pele do rosto e o couro cabeludo que tinha retirado do crânio, subindo no ar um horrível cheiro de cabelo queimado. A pele, enquanto queimava, lembrava borracha. Certo, não seria tão ruim assim, pensou ela. Com a ajuda da enorme faca amolada de cozinha, Lydell foi aplicando golpes fortes pelo corpo do elfo, fazendo dele pequenos pedaços. Jogou os dedos, a mão, os pés, os órgãos, os ossos... Aos poucos, jogou todos os pedaços do corpo no forno, enquanto esperava sempre a porção queimar para jogar outra. É como se estivesse queimando um pneu dentro de casa, e a fumaça ia enegrecendo. A caçadora teve de tossir algumas vezes, mas não abriu a janela. Logo, a fumaça se dispersaria, sabia ela. Continuou o processo por longos e longos minutos, até que não restasse mais nada do morto no balcão, exceto sangue e restinhos de carne. Fechou então o forno, mas ainda assim o deixou ligado, enquanto a pele derretia e se desfazia, e os ossos estalavam alto lá dentro, rachando aos poucos. Lydell então pegou alguns produtos de limpeza da mochila e, com panos, limpou o balcão e o chão até que não restasse mais sangue, queimando os panos logo em seguida. Só depois de mais alguns minutos é que apagou o forno, satisfeita. O cheiro, entretanto, ainda a irritava profundamente, mesmo que já se mesclasse com o perfume dos produtos de limpeza. Foi então fuçar nos armários outra vez, e encontrou um aromatizador de ar em aerosol, aplicando uma enorme quantidade dele pelo cômodo. Tossiu ainda mais, mas desta vez, por causa do cheiro de lavanda e flores do campo exagerado que tomava conta do ambiente, antes dominado por sangue e pele derretida.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sex Ago 09, 2013 3:09 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
A limpeza fora completamente perfeita. Não havia restado nada naquela cozinha que provasse suas habilidades de açougueira, exceto o crânio no escorredor de pratos, ou os potes de órgãos na geladeira, ou os ossos dentro do fogão... Ou o balde de sangue no chão. Lydell quase riu, mas na verdade, só achou uma graça interna de seu próprio pensamento. Seu humor era tão inexistente que sequer conseguia sorrir consigo mesma. Sequer pensando nisso, a caçadora pegou o balde de sangue do chão e o colocou em cima da pia. Esvaziou alguns frascos de tempero no lixo, lavando-os em seguida, e então, encheu pelo menos 5 deles com o sangue que havia no balde. 5 frascos de sangue de Drinael. Nada mal, pensou ela, colocando o balde dentro da pia e enchendo-o com água, lavando o metal frio depois. Retirou o avental, as luvas e a toalha da cabeça, lavando tudo na pia também. Quando terminado, estendeu tudo nos apoios, deixando que a água escorresse para dentro do balde recém-lavado. Com sorte, voltaria a usar aquelas proteções logo, logo. Pelo menos, era o que ela queria. Seu dia havia sido satisfatoriamente preenchido, e pela primeira vez em ano, Lydell sentia apreço pela vida outra vez. Pela sua, claro, não pela dos outros. Caso contrário, não teria um crânio recém-escapelado pela caçadora secando no escorredor de pratos. Suspirou fundo, pegando o copo dos olhos, e adicionando ali dentro água. Lacrou a boca com filme plástico e colocou-os na geladeira também, finalizando seu serviço. Bocejou, por incrível que parecesse. Estava exausta. Deixou a cozinha como se ela a pertencesse, e então, apagou a luz atrás de si.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sab Set 07, 2013 1:23 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
O cheiro de produto de limpeza no cômodo era forte, mas ainda assim, não conseguia disfarçar completamente o cheiro de sangue, que com certeza o lobisomem acabaria sentindo. Lydell previra isso, e virou para encará-lo, deixando o balde com o sangue diluído e as tripas em cima da pia, ao lado do escorredor de louça com um crânio ali, sequinho. Da fruteira, ela pegou uma maçã, e a mordeu, indo para a geladeira com o saco ainda nas costas. Abriu a geladeira e colocou o saco no chão. - Você se acostuma com o cheiro. É o cheiro do que sobrou do velho dono dessa casa. - Informou a caçadora, como se fosse a coisa mais normal do mundo. E então, começo a colocar os potes com órgãos de dentro do saco para dentro da geladeira, todos agora bem lavados, sem nenhum resquício de sangue seco. Olhou então para o menino. É que ela havia se lembrado que matar alguém não era assim tão comum para um garoto daquela idade. - Foi só um serviço, ele morreu com dignidade. - Ela mentiu, dando de ombros, fria como sempre, e terminou de guardar tudo na geladeira, fechando-a em seguida. Mordeu a maçã outra vez, chutando o saco vazio para baixo do balcão. - Perguntas? Objeções? - Perguntou, olhando-o sem expressão nenhuma, enquanto mastigava a maçã, se sentindo em casa.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Taylor Black em Sab Set 07, 2013 1:52 am

Scream into Howling
Here's to full moon
Adentrou a cozinha ainda com as mãos nos bolsos, observando o lugar de ponta a ponta, parecia um lugar normal, afinal. Isso é claro, se não fosse pelo cheiro de sangue e alguma outra coisa estranha que impregnavam o ar do lugar. Mas enfim, não se importava muito, o sangue que tinha no balde parecia ter o mesmo cheiro que o da cozinha (Não que Taylor entendesse muito daquilo). Então Taylor decidiu prestar mais atenção em Lydell do que no cheiro, enquanto a mesma colocava o balde cheio de sangue em cima da pia, foi quando Taylor percebeu um crânio no escorregador de louça, o qual ficou olhando por alguns segundos, enquanto Lydell colocava alguns potes dentro da geladeira. Nisso, Taylor acabou ouvindo sobre o dono da casa que tinha morrido com dignidade, o que o licantropo duvidava. ─ Não me importo com a forma que ele morreu, antes ele do que eu. ─ Murmurou, sem ao menos perceber o tom e o nível de frieza que ele havia falado, como se Taylor nem ao menos tivesse percebido o que havia falado. Então ouviu Lydell novamente, lhe perguntando mais alguns coisas enquanto mastigava uma maçã, idêntica a que ela estava comendo lá fora. ─ Desde que não corte minha garganta enquanto eu durmo, já está de bom tamanho. ─ Disse, olhando para os lados procurando alguma outra porta. ─ Você disse que eu vou ficar na sala, onde ela fica? ─ Falou, com total normalidade, como se já não se importasse com o cheiro de sangue que impregnava a cozinha.
avatar
Taylor Black
Lobisomens
Lobisomens

Mensagens : 42
Galeões : 8582

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Lydell Heidern em Sab Set 07, 2013 1:59 am


Lydell Heidern responding for duty, captain.
I'm not your friend, neither your enemy. Just wanna see everything explode. Kaboom!
Lydell ainda não conseguia decidir se o garoto era doido, perturbado, ou se simplesmente não ligava mesmo para a coisa toda. Vamos recapitular. Ele havia sentido cheiro de sangue, invadido a propriedade atrás, tinha visto a mulher lavando órgãos num balde, foi atacado e quase morto por ela, e mesmo depois de ter informado a morte do dono do lugar por suas mãos (o que era óbvio, já que os restos mortais deles estavam por toda a cozinha), ele parecia só querer saber do lugar que seria seu para descansar. Interessante. Foi um bom avanço entre os dois, já que ela ficava satisfeita de não ter que ficar acalmando os nervos do moleque por causa daquilo tudo. Menos uma coisa para dar trabalho. Ele falava e falava, e ela só o encarava. - Não posso prometer não cortar sua garganta. Mas posso fazer um esforço, se você se comportar e não me der trabalho. - Dizia, sem emoção nenhuma na voz, tentando entender se ela mesma tinha acabado de fazer uma brincadeira. Achou que não, e virou as costas para ele, dando a entender que ele só tinha que segui-la, saindo da cozinha em direção à Sala de Estar, acompanhada do menino-perdido.
avatar
Lydell Heidern

Mensagens : 97
Galeões : 12228

Ficha de Personagem
Sangue:
RESUMO DO PLAYER:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: La Cozinha

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum